Santana de Parnaíba
para investidores
 
5 heliporto.   2 Transportes Aquáticos   1 Aeroporto   3 Hidrelétricas   Patrimônio Ambiental                                    
 
 
Você está em Santana de Parnaíba
 
 
Santana de Paraíba. Berço dos Bandeirantes

Não é por acaso que Santana de Parnaíba recebe o codinome de Berço dos Bandeirantes local de onde partiam as expedições rumo à colonização do interior do Brasil. Dois processos marcam a trajetória da cidade: a exploração do território pelo bandeirismo e o choque de urbanização. As passagens aconteceram em épocas distintas e formaram o alicerce do município.

Os bandeirantes contribuíram para estender a fronteira do território nacional durante o período de colonização do Brasil. Homens que saíam à caça de escravos africanos e indígenas foragidos. Ao passo que adentravam no interior da colônia, novas fronteiras eram configuradas. Santana de Parnaíba fez parte deste processo e foi um território que desempenhou o papel de centro logístico para os bandeirantes.

A herança do bandeirismo só foi completamente deixada para trás com choque de urbanização ocorrido na cidade a partir da década de 1970. Naquele momento, a cidade se modernizava, ganhando traços mais parecidos com o que é hoje. A cidade é famosa por possuir o

Centro Histórico, com um total de 209 edificações, há apenas 38 km da capital do Estado de São Paulo.
 
 
 
Vocação. Nossos Pontos Fortes
 
 
Crescimento
Apesar de sua importância histórica, o município não vive apenas de suas tradições. O desenvolvimento econômico e social também tem sido destaque nos últimos doze anos. Investimentos em diversas áreas têm transformado a cidade em atrativo para centenas de famílias, em busca de qualidade de vida, e também para empresários, que se instalaram aqui nos últimos anos, por acreditar ser o melhor local para a expansão de seus negócios.

A respeito da atividade econômica, o desenvolvimento atingiu crescimento mais expressivo do que verificado anteriormente.  A expansão da ocupação se deu à custa do trabalho formal, como apontam as taxas de crescimento da participação dos assalariados durante o período. Despontava em Santana o perfil dinâmico tanto no setor da indústria como no terciário, destacando-se as atividades de serviço e a implantação de empresas.
 

 

Como chegar, meios de hospedagem, curiosidades, destaques, gastronomia,
atrativos, bancos de fotos, eventos da cidade.
Acesse...

 

Ofereça esta cidade no Portal das Cidades do Estadod e São Paulo

 
Dados Gerais
 
Números Empresas na cidade:
Distância da Capital: 40 km
Temperatura Média: 18ºC
Área: 176 km2
População: 102.000 habitantes
Eleitores: 59.675
Densidade Demográfica: 569,52 hab/km2
Bacias Hidrográficas: Bacia do Rio Tietê , Bacia do Rio Juquery, Bacia Sorocaba
Veículos: 34.851
Pavimentação: 165 km - 41%
Energia Elétrica: 94% do município atendido
Capacidade de distribuição de energia elétrica: 50 MVA

Renda per capita (2000): 5,03 sm
IDHM (2000): 0,8530
 
Taxa de crescimento (2000):
5,63% aa.
Grau de urbanização (2007):
100%

PIB (2005):R$ 2.245,99
PIB per capita (2005): R$ 0,31
Exportações (2006): 0,0258%
Serviços (2005):
80,43%
Agropecuária (2005):
0,03%
Comércio (2006): R$ 7.156.243,00
Indústria (2006): 19,54%






[mais dados+]

  Indústrias - 302
Empresas e Comércio – 1.420
Empresas prestadoras de Serviços – 9.100
Principais atividades industriais
Metalúrgica, Plástico, Química, Farmacêutica, Alimentícia e Eletroeletrônica
Pessoal empregado
Indústrias: 8.580
Comércio: 2.172
Prestadores de Serviços : 35.119
Construções
22.812 lotes edificados
19.450 lotes não construídos

Fonte: Secretaria Municipal de Planejamento e Receita. Dezembro/2008
* porcentagens em relação ao Estado. Dados: Fundação SEADE/ IBGE.
 
Destaque para investidores
 
Incentivos
 
Incentivos

A administração pública municipal proporciona diversas vantagens aos empreendedores. Além de contarem com uma localização privilegiada para instalar suas empresas, os empresários recebem incentivos fiscais para investir no município.

Santana de Parnaíba conta com três pólos empresariais, localizados nos bairros Cururuquara, Tamboré e na região da Fazendinha, com toda infra-estrutura necessária para receber as empresas. Para facilitar ainda mais a criação das empresas, estando com toda a documentação necessária em mãos, os empresários conseguem regularizá-las no mesmo dia.

A Prefeitura também apóia os empreendedores da cidade. Por meio de uma parceria com o SEBRAE, são oferecidos regularmente palestras e cursos para os micro e pequenos empresários. A cidade também conta com uma Incubadora Municipal de Empresas, que orienta os empreendedores no início da abertura de suas empresas. Estes preparos visam ajudá-los a fortalecer seus empreendimentos ou abrir novos negócios, e desta forma, conseguirem gerar novos empregos no município.

A Prefeitura oferece ainda diversos cursos de qualificação profissional por meio de parcerias com o Governo do Estado de São Paulo (Escola Técnica Estadual) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que trouxe uma escola para o município com o objetivo de qualificar mão de obra para as empresas locais. Enquanto a Organização Internacional do Trabalho (OIT) prevê que na América Latina mais de dois milhões de pessoas perderão o emprego até o fim do ano, a cidade de Santana de Parnaíba é destacada pelo número de contratações realizadas por meio do Posto de Atendimento do Trabalhador. Em 2008, o posto da cidade ficou em primeiro lugar no ranking do Estado de São Paulo, com um total de 5.266 trabalhadores inseridos no mercado de trabalho. De janeiro a março de 2009, o posto está em segundo lugar, com um total de 914 novos contratos.

 

Mauricio Silos - Foto: Roberto Andrade
 
Cacis - Câmara de Comércio, Indústria e Serviço

Implantada no município por meio da Lei Municipal nº 2.811, de 23 de julho de 2007, a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santana de Parnaíba, a CACIS, além de criar um relacionamento mais estreito entre o poder executivo e o empresariado, terá como atribuições organizar e promover fóruns de debates sobre a atividade econômica em geral, manter relacionamento com as Câmaras de Comércio, nacionais e internacionais, bem como com seus consulados e embaixadas.

Levando-se em conta as oportunidades de investimento e benefícios fiscais seletivos, que podem ser obtidos pelas empresas que se

instalarem em Santana de Parnaíba, a CACIS coloca-se à inteira disposição dos empresários para prestar informações e fornecer o material necessário para avaliação das possibilidades de negócios.

A CACIS possui, ainda, quatro comitês. Três deles, o de Indústria, Prestadores de Serviço e Comerciantes são compostos por empresários que atuam nestes setores. O último, de Planejamento Setorial, conta com a participação de secretários e diretores de departamentos estratégicos da prefeitura, fundamentais para o apoio ao fortalecimento dos negócios.

Clique aqui e acesse a entrevista com Maurício Sylos, coordenador do CACIS

 

Câmara de Comércio e Industria Franco-portuguesa (CCIFP)
 
CCIFP - Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa

A Câmara de Comércio e Industria Franco-portuguesa (CCIFP) (nome antigo: Associação para o Desenvolvimento das Relações Económicas França/Portugal) é uma instituição de direito francês fundada em 2006 que procura desenvolver e promover os intercâmbios comerciais entre a França e Portugal, trazendo, aos empresários interessados em exportar num desses mercados, uma plataforma de serviços úteis e uma informação adequada conforme as suas necessidades.

Esta instituição foi criada no âmbito de enquadrar empresários e particulares, de forma a que qualquer um deles pudesse alargar o seu raio de acção, providenciando um acompanhamento de forma activa.

Para conseguir esse apoio, um grande número de serviços encontra-se à disposição dos membros e não membros e várias acções (salões, seminários, etc.) são organizadas pela CCIFP.

A actividade da CCIFP, como a de todas as Câmaras de Comércio, torna-se possível através dum financiamento dos membros que pagam uma quotização anual de acordo com o tipo de membro que são (valor acordado através do Volume de Negócios) e através dos

serviços pagos para as empresas que não sejam membros. Esse apoio financeiro é primordial para aumentar o raio de acção. Neste momento, é crucial a prospecção de novos membros franceses ou portugueses para aumentar a notoriedade e a força da Câmara.

A grande comunidade luso-descendente existente em França, composta entre outros, por empresários, permitiu dar uma dinâmica essencial no início da actividade da CCIFP. No entanto, o papel da Câmara deve estender-se a outras sociedades para que esta possa adquirir uma dimensão mais alargada. Deste modo, é importante determinar quais as empresas onde a CCIFP pode desempenhar uma acção profícua e interessante para os empresários e desenvolver a sua actividade de maneira contínua.

A CCIFP impõe-se no cerne das empresas francesas e portuguesas com vontade de exportar e alargar os negócios dos seus membros, entre os quais podemos encontrar as principais empresas portuguesas que desenvolvem negócios em França e vice-versa.

>> Acesse o site da CCIFP

 

 
Tendências e Oportunidades

De 1996 a 2002, o número de empresas ou estabelecimentos comerciais instalados na cidade saltou de 3 mil para mais de 18 mil, registrando crescimento de mais de 400%. Durante o período, foi verificado que predominava organizações do setor privado, somando 99,97% das empresas alojadas no município.

O perfil sofreu poucas modificações durante o período considerado. As organizações são, na maioria, do setor terciário, seguidas pelas

do setor secundário; sendo que o setor primário tem participação insignificante no cálculo total.

Obtiveram destaque em casa setor os seguintes ramos:
Setor secundário: Indústria de transformação
Setor terciário: Atividade imobiliária, comércio e reparação de veículos e os serviços coletivos, sociais e pessoais.

 

 
Educação

A área educacional é prioridade na atual administração da cidade que, inclusive, também tem a enorme preocupação em preparar seus jovens para o mercado de trabalho. Desde o início de 2006, está funcionando em Santana de Parnaíba a Escola Profissionalizante Suzana Dias, que conta com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). No local, os moradores têm a oportunidade de aprender as profissões requisitadas pelas indústrias da região. A secretaria de educação ainda mantém parcerias com empresas da cidade e região, com o intuito de criar cursos específicos, como é o caso do Curso de TV Digital, realizado em parceria com a Rede TV!, o Curso de Logística, em parceria com a Goodyear/ Veyance, entre outros.

Santana de Parnaíba é a única cidade da Região Oeste da grande São Paulo, a possuir toda a rede de pública de ensino municipalizada. Isso permite que a prefeitura invista diretamente no aprimoramento constante da área da educação.

Os professores da rede, por exemplo, participam sempre de cursos de capacitação para poder melhorar cada vez mais a qualidade do estudo oferecido aos alunos.

As escolas municipais oferecem, também, aos seus estudantes um projeto pedagógico eficiente e de comprovada qualidade. Todos os alunos da Rede Municipal de Ensino aprendem pelo método do colégio Objetivo, escola da rede particular, e recebem, gratuitamente, as apostilas.

Um outro diferencial na educação em Santana de Parnaíba é que a cidade está totalmente sintonizada com as exigências implantadas pela globalização. Enquanto na maioria das escolas brasileiras as aulas com um idioma estrangeiro começam apenas na quinta série, na cidade, os alunos começam a ter o primeiro contato com a língua inglesa já no terceiro ano do Ensino Fundamental.

 

 
Qualidade de Vida

O resultado dos diversos investimentos na área social pode ser visto pelo último ranking do Índice de Desenvolvimento Humano, IDH-M, divulgado pelo Programa das Nações Unidas (PNUD). Santana de Parnaíba é a 23ª no Brasil, sétima no Estado de São Paulo em qualidade de vida e a segunda da região metropolitana. O desenvolvimento social e econômico da cidade tem atraído cada vez mais pessoas para o município em busca de qualidade de vida.

Por conta disso, nos últimos anos, foram construídos diversos empreendimentos imobiliários na cidade. Hoje, Santana de Parnaíba concentra um grande número de condomínios residenciais de alto padrão localizados, em sua maioria, nos bairros de Aldeia da Serra, Alphaville e Tamboré.

 

 
Uma Cidade Dinâmica

A grande concentração de famílias de altas classes sociais faz com que Santana de Parnaíba seja a terceira cidade com maior renda per capita do país, segundo o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E, isso, reflete positivamente no dinamismo da cidade.

O Atlas do Mercado Brasileiro – uma publicação anual da empresa jornalística Gazeta Mercantil – apontou Santana de Parnaíba como a 17ª cidade mais dinâmica de todo o país, em um ranking com os 300 municípios que mais se destacaram em 2006.

Para se chegar a esse resultado a pesquisa avaliou o aumento do Índice de Potencial de Consumo (IPC), que é obtido por meio do cálculo das despesas de manutenção das famílias, que inclui itens de aumento do patrimônio, como a compra de veículos e casas próprias, entre outros. O estudo considerou também a variação do Produto Interno Produto (PIB) em relação ao Brasil, operações bancárias por habitante, criação de empresas, licenciamento de veículos e gastos municipais por habitante em saúde, educação, saneamento e ciência da tecnologia. 

 

 
Infra-estrutura

Plano diretor

Santana de Parnaíba possui um Plano Diretor, previsto para ser aplicado de 2006 a 2013. O documento foi redigido entre 2005 e 2006 e contém 52 pontos, abordando os mais diversos aspectos do município.

Entre os assuntos mencionados, destacamos alguns que são extremamente importantes para quem deseja investir na cidade.

Política Geral de Desenvolvimento

As propostas para o desenvolvimento local contidas no documento partem da constatação
do que se chama de ‘choque’ sofrido pelo município no processo de ‘metropolização’. Foi na passagem das décadas de 1960 e 70 para as seguintes que Santana de Parnaíba

passou
por modificações na distribuição física do território metropolitano: as áreas centrais e concentradas na Grande São Paulo atingiram a cidade. Conheça os efeitos deste processo
que marca o desenvolvimento de Santana até hoje.

Diretrizes e Proposições Econômicas

Com base na Política Geral de Desenvolvimento, são propostas diretrizes para a economia de Santana de Parnaíba. Entre as proposições, está o reforço dos pólos de concentração de atividades diversificadas, que acontecem nos diferentes bairros da cidade.

Outra proposta de destaque é a manutenção dos instrumentos de incentivo à atividade econômica no município, garantindo os benefícios à produção e à distribuição do que é produzido.

Desafios e Prespectivas de Desenvolvimento

O tópico em questão se divide em “premissas”, “alternativas” e “perspectivas”. O Plano Diretor reconhece as deficiências locais e propõe soluções. 

Partindo da premissa de que o município precisa se inserir efetivamente no “complexo metropolitano”, o documento sugere que a ação pública trabalhe nesse sentido, captando oportunidades configuradas pela região. Alternativas são propostas para cada setor.

No caso do terciário, a estratégia deve ser especial, de acordo com o Plano, devido a seu dinamismo e capacidade de se diversificar. Uma das sugestões é a expansão em segmentos localizados, que ainda apresentam dependências locais.

Diante das observações, o tópico finaliza com a perspectiva de que seja expandida a oferta de serviços qualificados, visando incluir a parcela da população que está à margem.

Parque Industrial

Para receber as novas empresas, o município conta com quatro pólos industriais, localizados em pontos de fácil acesso, onde a maioria das indústrias está concentrada.

Um deles é o Morro Grande Empresarial, que fica na Estrada dos Romeiros, com 800 mil m2. Outros dois estão ao lado da rodovia Castelo Branco, que são o Centro Empresarial Tamboré, formado por lotes urbanizados de 4 mil m2 e máximo de 50 mil m2, o Cururuquara, com 1 milhão de m2, também junto à rodovia.

O quarto pólo industrial encontra-se na Região da Fazendinha, com uma área de 1 mil a 20 mil m2, próximo a rodovia Anhanguera. Os quatro pólos oferecem total infra-estrutura para as indústrias que queiram se instalar na cidade.

Incubadora de Empresas

Inaugurada em 2005, a Incubadora de Empresas de Santana de Parnaíba funciona em um galpão de 1.200 m2, localizado na Avenida Tenente Marques, 5.405, no bairro da Fazendinha. Ela é administrada pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Emprego e Desenvolvimento Econômico e Social (SEMEDES), e conta com diversas parcerias institucionais, como o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) e Universidades.

 Cada empresa “incubada” está instalada em um boxe com uma área de cerca de 80 m2, com água e energia individualizada. O espaço comum reúne recepção, sala administrativa, sala de reuniões, de treinamento, instalações sanitárias, copa e cozinha. As empresas podem ficar no local entre seis meses a dois anos e passam por avaliações semestrais para avaliar se estão cumprindo corretamente as orientações passadas e a necessidade de continuar no programa.

Além de oferecer condições para aumentar as chances de sucesso de novas empresas para torná-las competitivas, a incubadora visa proporcionar a geração de empregos, a formação de empreendedores sintonizados com as atuais exigências do mercado e a inovação tecnológica.

Os empreendedores ainda contam com uma série de serviços de apoio, como orientações para o gerenciamento de negócios, exportação, gestão financeira, orientação jurídica e assessoria na busca de novas tecnologias e informações técnicas. A empresa tem cada passo observado pela gestão, que acompanha todo o processo de transição, entre a produção artesanal e a industrial.

A Incubadora já começou a apresentar os seus primeiros resultados práticos. Três empresas participantes acabaram de ser “graduadas” pelo programa, por estarem totalmente aptas a se manterem no mercado e vão inaugurar instalações próprias. E com a saída dessas empresas, novas vagas são criadas. Não é necessário que o interessado tenha empresa aberta. A única exigência é que ela não seja de um ramo vinculado à inspeção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), como das áreas alimentícia e química, por exemplo.

 

Dados fornecidos pela prefeitura em 2008
 
 
 
Seja bem-vindo à nossa cidade
 
Silvio Roberto Cavalcanti Pecciolli
 

Silvinho Peccioli,

prefeito de Santana de Parnaíba, tem 51 anos, é advogado e tem experiência nos três poderes, judiciário, legislativo e executivo.

Peccioli assumiu em 2009 o posto de prefeito de Santana de Parnaíba pela terceira vez.
Em seu mandato, Santana de Parnaíba recebeu, por três anos consecutivos, o selo "Prefeitura Empreendedora", concedido pelo SEBRAE aos municípios que se destacam na realização de políticas de geração de emprego e renda e no fortalecimento das micro e pequenas empresas. Peccioli também recebeu o prêmio "Prefeito Amigo da Criança" em 2000, fornecido pela Fundação Abrinq, que escolheu 25 municípios do Brasil que alcançaram destaque significativo em projetos na área de saúde, cultura e lazer, voltados às crianças e adolescentes.

Outro prêmio alcançado foi o "Prêmio Mérito Municipal", fornecido pela Editora Guia dos Fornecedores Municipais, que premiou o município em ações na área da Saúde, Educação e Assistência Social.
 
 
Contatos
 
CACIS – Câmara de Comércio, Indústria e Serviços

Responsável:
Maurício Sylos
cacis@santanadeparnaiba.sp.gov.br
Endereço: Avenida Netuno, 49, térreo, Centro de Apoio I – Alphaville
Telefones: (+55 11) 4153-9285 / 4153-9235
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 17h00.
 
 
Twitter
 
 
 
Links da Cidade
 
Banco de Fotos - (aguardando link)
Mapa ilustrado - (aguardando link)
Vídeo Institucional - (aguardando link)
 
 
Localização
 

Posição Geográfica:

Uma das vantagens do município é a localização privilegiada. Ele se encontra entre as rodovias Castelo Branco e Anhangüera e está também ao lado do Rodoanel, via que liga as principais estradas da zona oeste da cidade de São Paulo. Esse fator tem feito com que a cada dia novas indústrias optem por Santana de Parnaíba pela facilidade que encontram para o transporte de suas produções.

Cidades Vizinhas:

Araçariguama (W) – 12,75 km
Pirapora do Bom Jesus (NW) – 17,0 km
Cajamar (NE) – 16,50 km-
São Paulo (E) – 7,50 km
Barueri (S) – 22,80 km
Itapevi (SW) – 3,50 km
Mapa do Estado de São Paulo destacando a Região Metropolitana de São Paulo
[Clique sobre a imagem para mais detalhes.]
  Região Metropoliatade São Paulo. Detalhe e acesso às cidades.

Rodovias, Acessos, Aeroportos:

Santana de Parnaíba possui locaização privilegiada para instalar empresas,
pois rodovias importantes passam pela cidade.

São elas:
Rodovia Castelo Branco
km 23 por Alphaville
km 26B por Barueri
Rodovia Anhanguera km 29

Rodovias Paulistas, acesse...
Saiba como chegar na cidade...

Aeroportos mais próximos:

• Aeroporto Internacional de Congonhas (São Paulo) - cerca de 40 km do município
• Aeroporto Interncional Gov. André Franco Montoro - Cumbica (Guarulhos) - cerca de 60 km do município
• Aerorporto Campo de Marte (São Paulo)
- cerca de 40 km do município

Aeroportos de São Paulo, acesse...
 
Outros Links
 
Plano diretor
Aplicativos para iPhone
TV Parnaíba
 
 
OPY Editora Ltda
   

Tradutor de página:
   
OPY Editora Ltda Cidades Paulistas no You Tube Cidades Paulistas no Twitter Adicione o Cidades Paulistas no seu Google Bookmark Cidades Paulistas no Facebook Adicione o Portal Cidades Paulistas no seu Delicious