ORIGEM DO NOME DA CIDADE
   
Rio Grande da Serra (portuguesa): Tropeiros que subiam a serra do Mar carregando sal de São Vicente para Mogi das Cruzes fundaram a localidade, às margens do chamado Caminho de Zanzala, na virada do século 16 para o 17. O nome é referência ao Rio Grande, que corta a região da serra. Emancipou-se em 21 de março de 1965.
 
DESTAQUE
 

 

Cambuci: Fruta típica dá lucro a moradores
 
O nome cambuci é de origem indígena [pote de água] e deve-se à forma de seus frutos, parecidos com as vasilhas de cerâmica que recebiam a mesma denominação.

Festival do Cambuci foi criado pela Prefeitura de Rio Grande da Serra visando aquecer a economia local e incentivar a cultura da planta.
O fruto é típico da Serra do Mar e está inserido na cultura local. A prefeitura de Rio Grande da Serra enxergou nele a possibilidade de gerar renda à população e criou o Festival do Cambuci, já consolidado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turístico, do Fundo Social de Solidariedade e da Cooperativa Cambuci da Serra.
O evento acontece anualmente e reúne as melhores receitas de salgados, doces, molhos e geléias provenientes do fruto. A cachaça curtida no cambuci é uma receita que remonta ao tempo colonial.
O festival, além de propiciar a implantação de uma nova economia na região, incentiva a plantação do cambuci no município, revertendo o quadro de risco de sua extinção.
Além da festa gastronômica, também há shows com artistas locais e nacionalmente conhecidos, concurso da Rainha do Cambuci e barracas com exposição de artesãos.
 

O Cambuci

O cambuci mede cerca de 5 cm de diâmetro, e sua coloração varia entre o verde e o amarelo. É pertencente à família das mirtáceas, a mesma da goiaba, da pitanga e da jabuticaba, entre outras. Ele não é muito conhecido devido ao seu sabor ácido, que inibe o consumo in natura, mas favorece a produção de doces.
Rico em vitamina C, possui agentes antioxidantes e adstringentes, que combatem radicais livres, retardam o envelhecimento e fortalecem o sistema imunológico.
Também é utilizado na produção de cosméticos.



Fonte:Elcio Cabral, Agência Indusnet Fiesp - 2010.

 
CURIOSIDADES
 
Aguardando histórias e curiosidades.
 
HISTÓRIA
 
 

Antigo povoado de Rio Grande, situado no planalto da Serra do Mar, caracterizou-se, inicialmente, como ponto de passagem de tropeiros que faziam o transporte do sal de São Vicente para os primeiros núcleos da Vila de Piratininga.

Ao redor de uma capela denominada São Sebastião, construída no local em que foi enterrado um desses tropeiros, desenvolveu-se o povoado.

 

Em 30 de dezembro de 1953, quando elevado a distrito do município de Ribeirão Pires, recebeu o nome de Icatuaçú, alterado para Rio Grande da Serra em 28 de fevereiro de 1964, quando adquiriu autonomia municipal.

 
Fonte: Fundação SEADE - 2006
 
GASTRONOMIA
 
  Aguardando receitas típicas ou tradicionais desta cidade.  
 
HINO

 

Não há hino cadastrado.

 
 
BENS TOMBADOS
   
Esta cidade não possui, atualmente, bens tombados.
 
 
Galeria
 
Conheça a cidade
por suas imagens!
 
 
Publicidade
 
 
linha
 
 
Bandeira
 
 
Brasão