ORIGEM DO NOME DA CIDADE
   
Piraju (tupi): Peixe amarelo, o dourado. Fundada em 1860, pelo fazendeiro Joaquim Antônio Arruda, localiza-se às margens do rio Paranapanema. Inicialmente, chamava-se São João do Rio Verde pelos indígenas da região. Passou a se chamar Piraju, em 1891, quando se emancipou da cidade de Botucatu.
 
 
 
 
 
DESTAQUE
 

Aguardando matérias e pautas.

 
 
CURIOSIDADES
 
Aguardando histórias e curiosidades.
 
HISTÓRIA
 
 

O processo de povoamento das terras de Piraju teve início por volta de 1860, com a chegada de Joaquim Antônio Arruda que, vindo de Tietê, se fixou às margens do Ribeirão Cateto.

Associou-se às famílias Graciano e Faustino, já assentadas na região, estabelecendo os marcos iniciais do povoado: construção da capela em homenagem a São Sebastião do Tijuco Preto e fundação de patrimônio.

Em 16 de março de 1871, foi criada a freguesia pertencente à vila de São João Batista do Rio Verde (atual município de Itaporanga).

 

Tornou-se vila pouco tempo depois, em 25 de abril de 1880, mas somente em 6 de junho de 1891 recebeu a atual denominação, menção a uma antiga aldeia indígena às margens do Rio Paranapanema.

O vocábulo Piraju provém do tupi: pirá, “peixe” e ju, “dourado”.

 
Fonte: Fundação SEADE - 2006
 
GASTRONOMIA
 
  Aguardando receitas típicas ou tradicionais desta cidade.  
 
HINO

 

Não há hino cadastrado.

 
 
BENS TOMBADOS
   
Esta cidade não possui, atualmente, bens tombados.
 
 
Galeria
 
 
Publicidade
 
 
linha
 
 
Bandeira
 
 
Brasão