ORIGEM DO NOME DA CIDADE
   
O topônimo provém do nome do fundador do município, José Paulino Nogueira, significando, “do Paulino”, desde que se considere o genitivo que ainda sobrevive na língua portuguesa.
 

Paulínia faz parte do
Circuito Turístico da Ciência e Tecnologia


Conheça aqui os roteiros do Estado!

 
 
 
DESTAQUE
 
 
HOLLYWOOD BRASILEIRA
     

Proveniente da Vila José Paulino, antiga Fazenda São Bento, Paulínia já foi grande produtora agrícola no passado e, há anos, é pólo da indústria química. Hoje começa a direcionar-se a cinematografia.

Pólo cinematográfico de Paulínia

A cidade possui grandes refinarias que são fonte de arrecadação de impostos e plantações de cana-de-açúcar e variedades, que implementam a receita municipal, apesar disso, há alguns anos a prefeitura vem se preocupando com a criação de novas fontes de renda, que possam vir a substituir as refinarias ou até mesmo a lavoura mediante eventuais crises mercadológicas. Assim surgiu o projeto “Paulínia – Magia do Cinema”.

Magia do Cinema

Objetivando o desenvolvimento de um novo segmento econômico, o projeto tem criado inúmeros empregos diretos e indiretos, além de ter incentivado a criação de cursos para o treinamento de artistas e técnicos em produção audiovisual, além de oficinas de cenografia, fotografia, figurino, roteiro, montagem, sonografia, entre outras.

Escola Magia do Cinema

Grande incentivador do turismo cultural, o Projeto Magia do Cinema

 

abrirá a visitação das cidades cenográficas e da Calçada da Fama de Paulínia, almejando crescer ao exemplo de pólos cinematográficos norte-americanos, como Hollywood (Los Angeles - Califórnia) e Universal Studios e MGM Studios (Orlando – Flórida), que hoje são alguns dos mais procurados destinos turísticos de todo o mundo, movimentando todo o comércio local, dos grandes hotéis aos pequenos cafés. Para isso foi contratada para coordenar todo o projeto a Secretária de Cultura Tatiana Stefani Quintella, selecionada em razão de sua longa experiência na área, adquirida durante os anos que trabalhou como executiva de marketing da Warner Bros. e Columbia Tristar/ Sony Pictures.

Idealizado em 2005 pelo então prefeito Edson Moura, o projeto está sendo muito bem desenvolvido já sendo uma série de filmes rodados na região. Porém, este número crescerá muito com a finalização das obras de três estúdios cinematográficos, localizados na cidade.  

Atualmente a lista de filmes que deverão ser rodados e dos que já estão em desenvolvimento passa dos dez títulos, estando entre eles "Budapeste", dirigido por Walter Carvalho, baseado no livro homônimo de Chico Buarque de Hollanda e "Ensaio sobre a Cegueira", dirigido por Fernando Meirelles, uma adaptação do romance de José Saramago.

Filmagens do longa Hotel Atlântico, rodado no cidade em outubro de 2007



Texto: Heloísa Gonçalves Pinto.
Fotos: Lin Zhen Li e Assessoria
de Imprensa da Prefeitura Municipal
de Paulínia

   
 
 
CURIOSIDADES
 
Aguardando histórias e curiosidades.
 
HISTÓRIA
 
 

O município de Paulínia teve início com a construção da Estrada de Ferro Funilense – inaugurada em 15 de setembro de 1899 – que cortava seu território.

Fundado oficialmente em 16 de julho de 1906, por José de Seixas Queiroz, o antigo povoado chamava-se José Paulino.

 

Passou à categoria de distrito em 30 de novembro de 1944, já com sua denominação atual, em terras do município de Campinas.

Tornou-se município em 28 de fevereiro de 1964 e, a partir de 1968, com a construção da Refinaria Replan, da Petrobrás, começou a crescer e a se desenvolver aceleradamente.

 
Fonte: Fundação SEADE - 2006
 
GASTRONOMIA
 
Aguardando receitas típicas ou tradicionais desta cidade.
 
HINO

 

Este nosso torrão tão bonito
Onde o sol brilha em céu cor de anil
Foi plantado no solo bendito
Que Anchieta ofertou ao Brasil

É a nossa Paulínia que avança
E que cresce risonha e feliz
Nossa mata é um verde esperança
Nossas flores de um raro matiz

A riqueza que hoje se expande
É o fruto de um grande labor
Do colono, do escravo, do imigrante
Que nos deram seu trabalho com valor

De São Paulo o Progresso forjando
Paulinenses de berço e adoção
Com amor, nosso orgulho provando
Ajoelhemos, beijando este chão

Forasteiro que aqui comparece
E se alista na nossa legião
Jubilosa a cidade agradece
Porque é mais que um amigo, um irmão

Final...Ajoelhemos, beijando este chão !

 
 
Letra: João Gurgel Júnior
Música: Fausto Massaíni
 
BENS TOMBADOS
   
Esta cidade não possui, atualmente, bens tombados.
 
 
Galeria
 
 
 
 
Publicidade
 
 
linha
 
 
 
Bandeira
 
 
Brasão