ORIGEM DO NOME DA CIDADE
   
Nova Granada (híbrida, portuguesa e espanhola): Fundada por Francisco do Santos, em 4 de setembro de 1911. Antes de adotar definitivamente o nome atual – atribuído por muitos a imigrantes espanhóis – , chamou-se Pitangueiras. Emancipou-se em 19 de dezembro de 1925.
 
DESTAQUE
 

Aguardando matérias e pautas.

 
 
CURIOSIDADES
 
Aguardando histórias e curiosidades.
 
HISTÓRIA
 
 

O antigo povoado de Pitangueiras, núcleo original de Nova Granada, foi fundado em 1911 por Francisco dos Santos, em uma área que compreendia as terras próximas ao Rio Grande, na divisa com o Triângulo Mineiro.

Não tardou para que surgissem as primeiras habitações ao redor do largo São Benedito, onde foi erguida uma capela em  honra desse santo.

A partir daí o povoado entrou em processo de desenvolvimento e, em 30 de outubro de 1917, passou à condição de distrito do município de São José do Rio Preto, quando foi adotada sua denominação atual.

Posteriormente, em 19 de dezembro de 1925, Nova Granada tornou-se município autônomo.

 

Há duas versões sobre a origem de seu nome: uma de que teria sido fruto da escolha de colonos que vieram das cercanias de uma estação chamada, na época, Granada, pertencente a Bebedouro; outra, menos provável, indicaria uma homenagem a imigrantes espanhóis oriundos da Granada espanhola.

A partir de 1940, o município passou a receber imigrantes japoneses que iniciaram a cultura de algodão, transformando-o em um grande produtor.

Foram, assim, instaladas máquinas de beneficiamento de algodão, pertencentes a E. F. Saad, Coimbra, Brasilian Warrant e Anderson Clayton, que ampliaram o comércio na região.

 
Fonte: Fundação SEADE - 2006
 
GASTRONOMIA
 
  Aguardando receitas típicas ou tradicionais desta cidade.  
 
HINO

 

Não há hino cadastrado.

 
 
BENS TOMBADOS
   
Esta cidade não possui, atualmente, bens tombados.
 
 
Galeria
 
Bandeira
 
 
Brasão